A experiência Mamthara

Muitas pessoas vieram me falar de alguns contra-tempos que estvam acontecendo no Mamthara, mas com um tempo essas reclamações foram aos poucos se transformando em elogios, percebi então que a falta de experiência com site de compra coletiva tinha pego o estabelecimento de surpresa.

O restaurante japonês Mamthara foi um dos primeiros a aderir o sistema de compra coletiva, no Recife. Na sua primeira oferta lançada no Regateio, foram vendidos 1.485 cupons por R$ 14,50 que dava direito: 2 Temakis + 24 Peças de Sushi ou 1 Temaki + 1 Sunomono + 24 Peças de sushi. Naquele momento era uma incógnita anunciar em site de compra coletiva, poucos eram os proprietários que se preparavam para uma grande demanda. Eu comprei 2 cupons do Mamthara e logo os usei, por ter sido a minha primeira vez no restaurante preferi não levar uma impressão conclusiva (naquele momento muitos aspectos tinham deixado a desejar).

Muitas pessoas vieram me falar de alguns contra-tempos que estavam acontecendo no Mamthara, os dias foram se passando e aos poucos as reclamações se transformaram em elogios (as mesmas pessoas que antes reclamavam), percebi então que a falta de experiência com site de compra coletiva tinha pego o estabelecimento de surpresa (na minha segunda ida ao Mamthara percebi uma considerável melhoria).

Decidido a transformar a primeira experiência com compra coletiva em aprendizado, o Mamthara apostou novamente no poder da compra coletiva, dessa vez o desconto foi oferecido pelo Desconto Maluco (essa oferta deixei passar , não achei muito atrativa), o site ofertava: 4 Temakis, 15 Lâminas de Sashimi, 28 Peças de Sushi por R$ 34,90. A venda dessa oferta foi menor do que a primeira (206 cupons contra 1.485), mas o estabelecimento se preparou melhor e o atendimento assim como a qualidade dos pratos melhoraram.

Pra não dizer que só falei das flores, o ponto a melhorar é a decoração de alguns pratos e os utensílios utilizados para servir os sushis.

Views:
44
Article Categories:
Sushi

Todos os comentários

  • Pior foi no dia que tem que estar aberto e com promoção de dezembro funcionando eu dou de cara com o lugar #FECHADO

    Marcos Paulo de Lima 4 de fevereiro de 2011 Responder
  • Fui ao Mamthara, primeira e última vez.

    Na entrada do restaurante um funcionário estava tentando convencer quem chegasse lá a ir embora informando sobre a demora do atendimento. Achei que a casa estivesse cheia, mas não, apenas metade das mesas ocupadas.

    Havia chovido mais cedo, mesas e cadeiras molhadas que só foram limpas quando solicitado. Ao fazer o pedido, coloquei 8 sushis de camarão, mas o dono do restaurante disse qua não poderia porque estava com pouco camarão. Pergunto: e eu com isso? Tudo bem, substitui por agulhão branco.

    Pedi um temaki que mais parecia um enroladinho de arroz, havia peixe apenas na parte de cima, quando fui conferir nas outras mesas, haviam vários temakis abandonados que foram comidos até a metade.

    Sem falar nos utensílios que mais pareciam descartáveis.

    Ah, demorou cerca de 20min para fazer o pedido e mais 20min para que ele chegasse. Imagino como deve ser em dia de casa cheia. Até nunca mais.

    Hugo Mendes 15 de fevereiro de 2011 Responder
  • Frequento o Mamthara constante e não tive essa impressão. Não é um restaurante requintado, tanto é que o preço do rodízio é um dos mais acessíveis da cidade. Conheço o proprietário e ele super trata bem todos os clientes, deixando os num ambiente beeeem familiar. A questão do camarão, ele estava tendo alguns problemas com a pessoa que fornece a ele. Acho que não custa nada e você ter um pouco de bom senso para entender as coisas, não tem camarão, come salmão que é beeeeeem mais gostoso. O restaurante é pequeno mas tem um fluxo legal de gente, como já havia dito no começo, láh não é mega luxuoso, então qual o problema usar algo descartavel? Ele deixa de ter problemas na cozinha e passa a dar uma atenção maior ao pedidos. Genteee, vamos comparar o Nikko com lá? Não é incomparável. Os ambientes são extremamente diferentes. O temaki é bom sim, e não conheço essa história de que deixam a tôa temakis por lá não. Agora a demora é fato, os garçons são enrolados. Mas o sushiman é maravilhoso, e detalhe lembre-se que só há um sushiman lá. Beijooss :*

    Camilla Melo 9 de março de 2011 Responder
  • Não tenho o que reclamar do Mamthara, essa questão de decoração fica bonitinho e tal, mas eu vou pela qualidade do sushi, e pelo menos todas as vezes q fui lá estava mt boa. O dono é mt atencioso com os clientes. A demora tb concordo q é fato, mas sempre vale a pena. Do temaki não posso falar, pois nunca comi o de lá.
    🙂

    Natália 12 de março de 2011 Responder
  • Rapaz, eu curto o mamthara, o sushi é uma delícia, só o carioca que perde pra o do sushilogia, mas o resto, tudo muito bom, ambiente bem familiar e descontraído, eu que não gosto de ambientes com ar condicionado acho lá perfeito, agora o atendimento não é bom, isso é verdade, os garçons são super-enrolados, o único que não é é o gerente, rs. Um bom restaurante, apesar disso.

    Julliana 16 de julho de 2011 Responder
  • O Mamthara é uma excelente opção de sushi. São feitos sob demanda, portanto não ficam expostos em um balcão esfriando sob a condição de todos comerem para depois reabastecerem a bandeja. São de qualidade, o preço é acessível e o atendimento é muito bom. Assim como em qualquer outro lugar quando há uma demanda muita alta, ou além do esperado a tendência é que os pedidos demorem. O que fica a critério do cliente ao ver o tamanho da casa, ficar ou voltar em outra oportunidade. Recomendo!!

    Renato 12 de setembro de 2011 Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.