A Liberdade, o guioza e o suco com leite condensado

A feirinha oriental da Liberdade é famosa e reúne aos domingos um público essencialmente de turistas encantados com os costumes da colônia de japoneses.

Depois de algum tempo sem publicar aqui no blog, trago um belo post sobre a feira da Liberdade (São Paulo) e suas iguarias, escrito pela minha amigona, também louca por sushi, Simone Medeiros. Ela fez um post super especial, e enfim, o blog volta com algo legal para vocês. Muuuuito obrigado Simone, você é demais =D

Já na saída do metrô, a feirinha oriental toma conta da Praça da Liberdade

É domingo e aos poucos um dos bairros mais tradicionais de São Paulo troca o agito de carros e buzinas por cenas de uma cidade interiorana. Pessoas caminham lentamente, outras compram verduras nas calçadas e um violonista sentado em um banquinho disputa a atenção de quem passa com uma loja de CDs que entoa alto a versão japonesa de Hey, Jude.

Grande maioria do público que frequenta a feirinha não mora em São Paulo

A feirinha oriental da Liberdade é famosa e reúne aos domingos um público essencialmente de turistas encantados com os costumes da colônia de japoneses.

É possível sair da Liberdade com a tradicional vestimenta japonesa

Mas é pelo corredor da gastronomia que todos passam e provam das comidas produzidas ali, na hora e a preços bem camaradas. Tempurá, bolinhos de peixe, sushis, doces de feijão, espetos de frutos do mar, sunomonos, temakis…R$ 2, R$ 5…R$ 10…é nessa linha.

Nas barraquinhas de comida, o sushi é feito na hora a gosto do cliente, mas há bandejas com várias opções elaboradas pelo sushiman

E em uma das primeiras barracas, da família Nakamura, o quitute mais procurado é o guioza. Tem fila e ficha para aguardar a sua vez. Por domingo, são vendidos cerca de 2 mil unidades. Cada um custa R$ 3,5 e a porção é farta. O tradicional pastel cozido no vapor e passado na chapa é macio, tem uma crosta  crocante e recheio de carne bovina e suína com tempero suave, delimitado pelo shoyu quente, temperado com salsinha.

 

A iguaria sai por R$ 3,50 e é um de comer rezando

Tem para acompanhar pepinos e molhos de pimenta de vários tipos para quem gosta.

Shoyo com cebolinha e molho de pimenta para acompanhar o guioza mais famoso da Liberdade

E pra beber? Uma barraca de suco oferece um copo generoso por R$ 5. As frutas são batidas na hora com água, gelo, açúcar e muito leite condensado…uma delícia.

O super copo de suco sai por R$ 5 e é adoçado com leite condensado

Então é isso, fica a sugestão para quem vai a São Paulo, não deixem de visitar a Feira da Liberdade.

Mais uma vez agradeço a Simone por esse belo post.

Acesse a fan page do /sushiblog, acompanhe também no twitter @sushi_blog

Todos os comentários

  • pq os restaurantes daqui nao oferecem o guioza será que tem algu,m que oferece?

    paulo 13 de setembro de 2012 Responder
    • Paulo,

      o Canting e o Koy Sushi oferecem no rodízio.

      rafa Cavalcanti 13 de setembro de 2012 Responder
  • O Zen também oferece, e por sinal é uma delícia!

    DAnielle 13 de setembro de 2012 Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.