Garçom 10% mais barato

A tailandesa Lapassarada Thanaphant abriu um restaurante japonês, Hajime, em Bangkok, cujos atendentes são robôs vestidos com armaduras de samurai. A proprietária afirma que gastou 927,6 mil dólares (cerca de 1,6 milhão de reais) com o restaurante, incluindo a compra e importação de quatro robôs do Japão. Gostei muito da idéia, o mal atendimento está com os dias contados. AHh, o melhor, nenhum garçom vai fazer questão dos 10%. Pena que vai ser uma eternidade chegar esse tipo de “profissional” em Recife.

Todos os comentários

  • Título infeliz. Um garçon 10% mais barato, seria um garçon de 9%. Uma conta 10% mais barata, ai sim seria “sem garçon” ¬¬

    Augusto 9 de fevereiro de 2011 Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.